AO VIVO

Por: Aline Klug e Renan Santos

O Clube Náutico Marcílio Dias ou Marcílio Dias, da cidade de Itajaí, Santa Catarina, ganhou esse nome em homenagem ao marinheiro Marcílio Dias, que combateu na batalha naval do Riachuelo, na Guerra do Paraguai. O clube é um dos mais antigos no cenário catarinense, com 101 anos de história, mas possui apenas um título estadual e foi campeão da Campeonato Catarinense Série B três vezes.

A equipe do técnico Renê Marques teve um desempenho considerável no Campeonato Catarinense. Passou com tranquilidade pela primeira fase, após classificar-se na quarta colocação, mas nas quartas de finais acabou sendo eliminada pelo Criciúma, com empate na primeira partida, e derrota no jogo de volta, por 1 a 0. No estadual, somadas as fases, foram 11 jogos, 4 vitórias, 4 empates e 3 derrotas.

Agora, em sua terceira participação na Série D o clube catarinense tenta conquistar o primeiro acesso da quarta para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro.

De volta à Série D e reecontro com o Pelotas

As últimas participações do Marcílio Dias no Campeonato Brasileiro não foram de muitos triunfos. Em 2008 o Marinheiro conquistou vaga direta na Série C após ser campeão da Copa Santa Catarina em 2007, naquele ano a competição serviu para definir o primeiro representante catarinense na terceira divisão nacional. Na ocasião, a equipe foi até a terceira fase, mas acabou em último no grupo.

Um ano depois, em 2009, ficou na última colocação da Série C e encerrou sua participação sendo rebaixado.

Em 2010, o ano da primeira participação do Marcílio Dias na Série D, a equipe repetiu o mal desempenho apresentado no ano anterior e terminou na lanterna. Naquele ano, a equipe catarinense ficou no mesmo grupo do
Pelotas, coincidência que veio a se repetir dez anos depois, em 2020.

Aos áureo-cerúleos que acreditam no poder dos números, o retrospecto daquele ano é positivo ao lobo, que conquistou uma vitória e um empate. O primeiro jogo teve direito a goleada, por 4 a 0 e gol de Sandro Sotilli e Clodoaldo. Já o segundo, um 1 a 1 com Tiago Duarte balançando a rede.

Três anos após a última participação, o time catarinense, em 2013, voltou a marcar presença na quarta divisão do Brasileirão. Integrou o Grupo A-7 com Juventude (RS), Santo André (SP), Penapolense (SP) e Vila Nova (MG). Porém não conseguiu passar da primeira fase, ficando na 3ª colocação da chave, com três pontos a menos que o primeiro na zona de classificação.

Neste ano, o Marinheiro tem presença garantida na Série D, a vaga foi conquistada através do Campeonato Catarinense de 2019. A estreia do Marcílio na Série D está marcada para 19 de setembro, contra o Pelotas, na Boca do Lobo. Já o segundo jogo, será no dia 28 de outubro, no estádio Dr. Hercílio Luz.

Confira a matéria do repórter Renan Santos, que trás mais detalhes sobre a preparação do Marcílio Dias para a Série D.

 Foto: Bruno Golembiewski/CNMD