Por: Aline Klug

O volante Vacaria foi um dos jogadores que deixou o Pelotas entre essa suspensão no Campeonato Gaúcho. O atleta chegou na Boca do Lobo no segundo semestre de 2019 para disputar a Copa Seu Verardi, e se despede do clube após atuar como titular em 13 jogos, todos na competição da FGF. Ele era um dos jogadores com contrato perto do término.

Meu contrato com o Pelotas se encerraria dia 31 de março, a diretoria juntamente com o presidente estão comunicando alguns atletas para fazermos um acordo, nós entramos em um acordo e fui dispensado.

Vacaria, que foi um destaques na Copa Seu Verardi e integrou a seleção do campeonato, não entrou em campo no Gaúchão 2020, apenas participou de um jogo-treino contra o Bagé.

Tive 2 torções no tornozelo que não me deixram atuar contra o São José (Final da Copa da FGF). Já no amistoso contra Grêmio no final do ano passado machuquei o adutor e demorou um pouco para descobrir e começar a tratar.

O volante faz elogios ao presidente Gilmar Schneider, porém mostrou-se descontente com a falta de oportunidades que recebeu dos técnicos.

Agradeço a todos, presidente e a torcida que deve dar um voto de confiança a ele (Gilmar), que botou o clube no cenário nacional. Sobre o Gauchão eu acharia que estando bem poderia ajudar, no momento ruim estive no Pelotas ajudando, na hora que a coisa ficou boa não pude ajudar, mas claro continuava trabalhando, nunca deixei de treinar, lesão todo jogador tem. Estava bem, não joguei por opção.

Por fim, Vacaria não descarta uma possível volta:

Hoje saio pela porta da frente, sempre dei meu máximo, foi uma passagem positiva. Saio em um clube vencedor, com amizades e eles tem meu telefone se precisarem.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)