Procon realizou nova pesquisa comparativa de preços dos combustíveis, na quinta-feira (12) passada, em 44 estabelecimentos de revenda de combustíveis localizados nas principais ruas e avenidas de Pelotas. Equipe do órgão municipal orienta os consumidores a ficarem atentos a promoções feitas por alguns postos, aos programas de fidelidade e aos descontos obtidos pela forma de pagamento – quando em dinheiro ou por meio do cartão de débito.

gasolina foi encontrada a valores que oscilaram entre R$ 4,670 e R$ 4,999, registrando a variação 7,04%. O preço médio é de R$ 4,813, que, se confrontado ao do levantamento anterior – finalizado em 12 de fevereiro, quando custava, em média, R$ 4,883 –, sofreu queda de 0,41%.

O valor do diesel também diminuiu. Em fevereiro, custava, em média, R$ 4,833, e hoje é encontrado entre R$ 3,259 e R$ 3,999: oscilação de 22,71% – a quantia média cobrada ficou na casa dos R$ 3,639, o que representa a redução de 3,14%.

etanol foi o único combustível cujo preço se elevou no período. No dia da pesquisa, era vendido por cifras entre R$ 4,799 e R$ 4,499 – inconstância de 6,67%. O valor médio é de R$ 4,663, ou seja, 1,02% superior ao mês imediatamente precedente, quando a média não passou de R$ 4,616. O Gás Natural Veicular (GNV), disponível em apenas um ponto de venda, manteve a marca de R$ 3,943 por metro cúbico.

Fonte: Ascom

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)