AO VIVO

Dia da Alfabetização _ 08 Agosto & Projeto “VI-VENDO”

Em alusão ao Dia da Alfabetização, informamos a Comunidade pelotense o que segue:

  • Elaboramos o “Teste de Visão com utilização da Escala de SNELLEN (optótipos em E)” para ser utilizado em Escolares de 5 a 14 anos de idade da rede pública ou privada. Denominado atualmente de Projeto “VI-VENDO” teve como base Programas do Ministério da Saúde e da Educação, seu começo ocorreu em 1977, na época parceria da Universidade Católica de Pelotas e da 5ª CRE.

O Projeto “VI-VENDO” está solidificado pelo que segue:

  • Parecer do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS) “O Conselho verificou, em parecer, que o projeto tem um cunho social relevante e que por meio desse teste é possível prevenir que deficientes visuais sejam encaminhados posteriormente aos oftalmologistas”. No mesmo parecer, o conselheiro do CREMERS, Dr. Joaquim José Xavier, comunicou:
    “Parabenizo o Dr. Roni, pois executa este projeto na íntegra, para prevenir a saúde visual da população infantil da cidade de Pelotas, evitando deficientes visuais ou cegueiras definitivas, pois sabemos que o tratamento precoce previne futuros deficientes visuais”, Revista CREMERS | ano XII | nº 87 | junho 2014.
  • A publicação da “A Organização Mundial da Saúde (OMS), calcula que 19 milhões de crianças menores de 15 anos tenham problemas visuais, alertou ainda que existam 39 milhões de cegos no mundo. Segundo a OMS, outros 246 milhões sofrem de perda moderada ou severa da visão, 90% dessas pessoas vivem em países em desenvolvimento. Desse total, 12 milhões sofrem de condições que poderiam ser facilmente diagnosticadas e corrigidas. A Organização cita que quase 1,5 milhões de menores têm o que é chamado de cegueira irreversível, e nunca mais voltarão a enxergar. A OMS diz que dois terços dessas crianças morrem até dois anos depois de ter perdido a visão.” https://nacoesunidas.org/oms-afirma-
    O Projeto “VI-VENDO” realizou em 2019 com apoio da Liga Multidisciplinar de Educação em Saúde, 770 testes de visão, dos quais 237 alterados e portanto foram formalmente encaminhados à Escola L. Braille _ Parceira do “VI-VENDO”_ para avaliação por Médico Oftalmologista.
    Locais visitados: Instituto de Menores D. Antonio Zattera, Escola Alfredo Dub, CERENEPE, HUSFP, UCPEL Campus I, Campus da Saúde UCPEL, Escolas do Bairro Fragata, Escola Estadual Félix da Cunha, Escolinha Xavante de Futebol Grêmio Esportivo Brasil, Centro Espírita Fonte de Luz, Projeto Escola da Paz / Foro da Comarca de Pelotas, I Encontro Socioeducativo da Modalidade Goalball, Escola de Samba Mirim Mickey e Instituto Nossa Senhora da Conceição. Estes locais/entidades receberam também as informações e material impresso sobre o “fumo ZERO”.

Todas as segundas-feiras, na Livraria Vanguarda / Galeria, em frente ao Campus I da UCPel, das 18 às 19e30h, durante o ano todo o Projeto “VI-VENDO” esteve disponível para a Comunidade pelotense. O referido Projeto foi motivo de Capacitação para funcionários da Escola L. Braille e Professores da Rede Municipal de Ensino.

Pelo exposto disponibilizamos o contato roni.quevedo@ucpel.edu.br para buscar parcerias, apoios e a possibilidade de Capacitação para o Projeto “VI-VENDO”.

RONI QUEVƎDO – Médico
CREMERS 10.178