AO VIVO

Na segunda-feira (24), o Centro de Atendimento a Síndromes Gripais – Centro Covid, completou quatro meses de funcionamento. Estruturada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), após os primeiros registros positivos de contaminação pelo novo coronavírus em Pelotas, a unidade já realizou 1.247 atendimentos a crianças com sintomas gripais. 

Com 15 leitos pediátricos, sendo dez de Enfermaria e cinco de UTIs, o Centro Covid contabiliza 61 internações, desde o dia 24 de abril, quando abriu as portas para o atendimento à população. Do total de hospitalizações, 60 crianças tiveram alta e um óbito foi registrado. 

O Centro Covid é fundamental para o cuidado das crianças. É a referência para síndromes gripais e respiratórias pediátricas, cumprindo seu papel com excelência“, destaca a secretária de Saúde, Roberta Paganini, ao lembrar que o atendimento exclusivo para recém-nascidos e crianças com 11 anos e 9 meses afastou casos pediátricos de síndromes gripais de ambientes hospitalares com outras demandas, evitando a superlotação nessas unidades. 

Equipes

Gerida pela SMS, a equipe de profissionais do Centro Covid foi formada a partir da parceria entre a Prefeitura, universidades e hospitais de Pelotas. De acordo com a responsável técnica pela unidade, Jaqueline Tomaschewski, cerca de 80 pessoas fazem parte da escala que mantém em funcionamento a unidade por 24 horas. Grande parte da equipe é formada por profissionais da saúde, como médicos pediatras e pediatras intensivistas – especialistas em atendimento em leitos de UTI -, enfermeiros, técnicos de Enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas e assistentes sociais. Também fazem parte do grupo trabalhadores da área de higienização, do lactário, oficiais administrativos e guardas municipais.

Todo o atendimento realizado está dentro do esperado, apesar de ser um tempo de muito aprendizado. Mas, estamos no caminho, aperfeiçoando a assistência dia a dia“, avalia a técnica responsável.

Além da atual equipe em operação no Centro, segundo a secretária de Saúde, neste momento, o Município trabalha para a ampliação do número de leitos do Centro Covid. “Estamos viabilizando a possibilidade de contratação de uma empresa para, então, efetivarmos o atendimento adulto. É para isso que estamos trabalhando”, enfatiza a gestora.