AO VIVO

A partir da próxima segunda-feira (20), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Areal passará atender, com exclusividade, pacientes adultos que apresentem sintomas de síndromes gripais. A determinação da Secretaria da Saúde (SMS) de Pelotas é uma medida para, principalmente, evitar o chamado contágio cruzado, ou seja, o contato entre pessoas com sintomas gripais – possíveis contaminados pelo coronavírus –, e pacientes que tenham outros problemas de saúde.

Com a nova determinação, casos relacionados a outras patologias passam a ser encaminhados para o Pronto Socorro (PS). Segundo a secretaria de saúde, Roberta Paganini, tornar o atendimento da UPA exclusivo para casos de síndromes gripais é uma estratégia que mantém o zoneamento realizado no serviço de saúde desde os primeiros casos de Covid-19 registrados em Pelotas.

“Com o aumento no número de casos confirmados, queremos evitar a contaminação cruzada, misturar os pacientes, Nossa intenção era que esse serviço ficasse concentrado no Centro Covid, mas, com a dificuldade em formar novas equipes, resolvemos fazer essa reestruturação”, afirma Paganini.

Para realizar o controle dos doentes que procurarem a UPA, será disponibilizado um serviço de triagem em frente ao prédio da unidade. Um enfermeiro e um técnico em enfermagem farão a classificação da pessoa que procurar atendimento no local, determinando se ela permanece ou deve procurar outro serviço de saúde. A diretora adjunta da UPA Areal, Odineia da Rosa, explica que, após esse primeiro diagnóstico, a pessoa passará por todos os protocolos determinados pelo Ministério da Saúde e governo do Estado.

Prioridade aos mais graves

O paciente será classificado conforme a gravidade dos sintomas, priorizando aqueles que apresentarem situações mais graves. Para esses temos, inclusive, três leitos com suporte ventilatório, número que deve aumentar nos próximos dias“, relata Odineia, que ainda esclarece que pessoas socorridas pelo Samu já terão passado por avaliação e não precisarão ser submetidas à triagem.

Apesar de ser uma das unidades referência para casos de síndromes gripais, a UPA Areal, mesmo com o atendimento exclusivo, permanece sendo um local de transição e não de internação, o que significa que os pacientes só poderão mantidos na unidade por 24 horas.

Testes: janela imunológica

Sobre a testagem de quem for classificado como doente de síndrome gripal, Odineia esclarece que só serão testadas as pessoas que cumprirem o prazo da janela imunológica determinado pelos protocolos médicos. “Os doentes graves , que necessitem de internação hospitalar, já têm a coleta do exame PCR feita no momento do atendimento de emergência“, destaca.

Nessa semana, a UPA Areal passou a contar, também, com a realização de exames raio-X, diagnóstico que auxilia na confirmação de patologias ligadas ao trato respiratório. O equipamento começou a funcionar após o Município adquirir um aparelho suporte, capaz de digitalizar a imagem do exame e assim tornar o procedimento mais seguro.

São 115 profissionais

A UPA Areal, administrada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa em Saúde, tem hoje 115 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem. Equipe que, desde março, já vem contabilizando um aumento significado de pacientes à procura de diagnóstico para a infecção pelo novo coronavírus ou as síndromes gripais.

De acordo com a diretora adjunta da Unidade, do começo da pandemia até agora, metade dos atendimentos feitos na UPA foi relativa a casos de síndromes gripais, sendo que, nos últimos dez dias, das 1.100 pessoas que precisaram dos serviços do pronto atendimento, cerca de 500 tinham algum sintoma gripal.

Com o aumento de pacientes positivos e como o forma de proteger o nosso profissional, adotamos um procedimento de testar os trabalhadores a cada 14 dias, como determina o protocolo de enfrentamento à pandemia“, conclui.

Outros atendimentos

A SMS mantém o atendimento exclusivo para crianças no Centro Covid – todos os tipos de casos de síndromes gripais. As UBSs são outra alternativa de serviço dedicado a casos de síndromes gripais, sempre no turno da manhã. Também está disponível a Central de Teleconsulta pelo número 0800 6485 319 para tirar dúvidas, fazer os primeiros diagnósticos e encaminhar pacientes.