AO VIVO

A prefeitura de Rio Grande anunciou no sábado (4) que, mesmo após a Região Sul passar para a bandeira vermelha no modelo de distanciamento controlado do governo do Estado, a cidade iria adotar a bandeira preta, no seu modelo próprio de distanciamento.

O decreto começou a valer nesta segunda-feira (6), e uma série de mudanças já foram sentidas no município que, até semana passada, encontrava-se na bandeira laranja e podia ter o funcionamento de diversas atividades comerciais consideradas não essenciais.

O que não pode funcionar a partir desta segunda-feira?

– Hotéis e similares
–  Museus, bibliotecas, arquivos, acervos e similares
–  Academias de ginástica (inclusive em clubes)
 – Reparação e manutenção de objetos e equipamentos
 – Serviços de higiene pessoal (cabeleireiro e barbeiro)
 – Missas e serviços religiosos
 – Serviços imobiliários
– Serviços de contabilidade, auditoria, consultoria, engenharia, arquitetura, publicidade e outros
– Serviços profissionais de advocacia
– Agências de turismo, passeios e excursões
– Comércio de veículos
– Manutenção e reparo de veículos automotores (rua)
– Comércio atacadista – não essencial
– Comércio varejista – não essencial (rua)
– Comércio varejista (centros comerciais e shoppings)
–  Indústria de construção
– Industria em geral considerada não essencial
– Transporte terrestre fretado de passageiros
– Estacionamentos

Em relação aos serviços essenciais, o comércio varejista de produtos alimentícios poderá atuar, mas com a presença de apenas 50% de trabalhadores. Já os comércios atacadistas e varejistas de itens essenciais poderão abrir com apenas 25% dos trabalhadores. Restaurantes, lanchonetes e padarias poderão abrir apenas com o serviço pegue e leve, ou pelo serviço de telentrega.

Em relação ao transporte coletivo de passageiros municipal, os ônibus poderão circular com apenas 50% de lotação. O transporte aquaviário de passageiros, com 75% da lotação. Serviços de Utilidade Pública poderão funcionar respeitando protocolos de diminuição de trabalhadores e de higienização de local.

Rio Grande é a cidade do sul do Estado com mais casos confirmados de coronavírus. Segundo dados da prefeitura, o município contabilizava, até o final da manhã desta segunda-feira (6), 379 casos confirmados e nove mortes registradas.