Por: Aline Klug

A partir desta segunda-feira (18) a Universidade Católica de Pelotas começa a testar a população pelotense para identificar a presença ou não do novo coronavírus. Esta será a primeira instituição sem fins lucrativos a desenvolver o exame na cidade, que visa fornecer cerca de 60 resultados diários, elevando a taxa de testagem.

As coletas ocorrerão no Laboratório Escola de Análises Clínicas (LEAC) do Hospital São Francisco de Paula, o foco de testagem são pacientes altamente suspeitos que estejam internados no local, além de profissionais que atuam na linha de frente, ou nas chamadas áreas vermelhas, mesmo que estes não apresentem sintomas, e outros profissionais do HUSFP, de Unidades Básicas de Saúde e do Ambulatório de Especialidades, estes desde que sintam algum sintoma.

As amostras de secreções da mucosa do nariz e garganta serão analisadas no Laboratório de Neurociência Clínicas que pertence ao Programa de Pós-Graduação e Saúde em Comportamento.

A equipe responsável pelos testes é formada por 20 profissionais, entre alunos e professores de PPGSC, juntamente com o professor Rodrigo Vaucher da Universidade Federal, que será responsável pelos processos de extração do RNA viral e quantificação da carga viral.

O primeiro teste precisará de contraprova do Laboratório Central do Estado, se este for confirmado para o vírus, o laboratório da UCPel torna-se referência para a Covid-19, passando a ter seus resultados automaticamente somado às estatísticas do Estado, não precisando de encaminhamento para confirmação do Lacen.

Imagem: Rita Witch/UCPel

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)