Missa de ação de graças, abraço simbólico e inauguração de acervo em homenagem ao médico Moacir Vitorino Jardim integram a programação em celebração aos 60 anos do Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP). Até sexta-feira (28), comunidade e profissionais da saúde participam de intensa agenda.

A cada ano, o São Francisco realiza mais de dez mil internações. Durante a cerimônia de aniversário, ocorrida na quarta-feira (27), a prefeita Paula Mascarenhas destacou a importância da parceria entre o São Francisco e Prefeitura. “Ao longo de 60 anos, o Hospital cresceu e modernizou-se. Está na retaguarda do sistema de saúde, assim como a UCPel, que tem comprometimento crescente com a área. O HUSFP se tornou um patrimônio de Pelotas”, disse.

Presente também no evento, o reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, destacou o compromisso da instituição em ensinar através do atendimento prestado à comunidade da zona sul. O diretor de Assistência, Edevar Rodrigues Machado Júnior, lembrou a história do HU, diretamente ligada a obra de Dom Antônio Zattera, voltada à concretização de uma sociedade mais justa e fraterna.

Responsável por celebrar a missa de ação de graças, o arcebispo metropolitano de Pelotas e chanceler da UCPel, Dom Jacinto Bergmann, frisou o trabalho realizado em favor da vida. “No hospital se faz uma aliança com Deus, se trabalha em favor da vida. Pelos frutos, a árvore é boa. Vamos em frente” comentou o arcebispo.

O primeiro dia da programação em homenagem ao hospital contou com a presença de representantes de diversas instituições do município. A banda da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada ficou responsável pela execução do parabéns. Um abraço simbólico no São Francisco foi dado por colaboradores e público.

Nesta quinta-feira e sexta-feira, a programação de aniversário prossegue com homenagem aos integrantes do projeto Quem faz história no Chico.

Conheça a história do São Francisco

Em 27 de junho de 1958 foi inaugurada a instituição, hoje carinhosamente chamada de Chico. Fundada como uma sociedade anônima, na época Hospital de Clínicas de Pelotas Doutor Francisco Simões, a ideia inicial era que o local fosse apenas uma casa de saúde. No entanto, o projeto teve êxito e acabou transformando-se em hospital.

Em 15 de fevereiro de 1976 a UCPel, graças ao bispo da Diocese de Pelotas e reitor da instituição de ensino na época, Dom Antônio Zattera, adquiriu a instituição, assumindo oficialmente o controle do hospital em 1º de agosto de 1976, dando um caráter filantrópico ao atendimento oferecido à comunidade. Surgia assim o Hospital de Clínicas da Universidade Católica de Pelotas que, em 1996, com o objetivo de fortalecer a identidade filantrópica e católica, recebeu o nome de Hospital Universitário São Francisco de Paula.

Durante essa trajetória, o HUSFP foi transformado em um dos maiores e mais modernos hospitais de médio porte do Rio Grande do Sul, cujo principal objetivo é ser uma instituição autossustentável, de referência macrorregional, reconhecido pela excelência dos processos de assistência, ensino, pesquisa e gestão em saúde.

Programação:

Quinta-feira (28)

15h – Homenagem do Projeto Quem faz história no Chico – Sala Administrativa na rua Barão de Santa Tecla, 847

Sexta-feira (29)

15h – Homenagem do Projeto Quem faz história no Chico – Sala Administrativa na rua Barão de Santa Tecla, 847

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Pelotas

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)