Tem início nesta segunda-feira (23) a 20ª Campanha de Vacinação Contra a Influenza (2018). As pessoas que integram qualquer dos grupos prioritários podem se dirigir a uma das unidades públicas de saúde, de segunda a sexta-feira, e tomar a dose que protege da gripe A (H1N1, H3N2) e B (veja abaixo). A vacina estará disponível nas nove Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da zona rural às terças, quartas e quintas-feiras, no horário de funcionamento de cada uma.

A vacina, que reduz as complicações, as internações e a mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da Influenza, pode ser tomada até 1º de junho. A Secretaria de Saúde (SMS), no entanto, orienta para que seja tomada o quanto antes, uma vez que a dose leva cerca de duas semanas para fazer efeito.

Veja quem pode tomar a vacina:
Indivíduos com 60 anos ou mais de idade
Crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias)
Gestantes
Puérperas (até 45 dias após o parto)
Trabalhadores da saúde
Professores das escolas públicas e privadas
Povos indígenas
Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (com apresentação da prescrição médica)
População prisional (apenados do presídio e jovens internados na FASE)
Funcionários do Sistema Prisional.
O dia “D” de mobilização Nacional será em 12 de maio. A meta é imunizar, pelo menos, 90% desses grupos até o fim da campanha. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada às proteínas do ovo de galinha e seus derivados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), para a temporada de 2018 no hemisfério sul, recomenda a aplicação da vacina Trivalente (fragmentada e inativada).

Componentes de cada dose da vacina Influenza
A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09
A/Singapore/INFIMH-16-0019/2016 (H3N2)
B/Phuket/3073/2013

Fonte: ASCOM

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)